Padre Fábio de Melo apresenta seu novo trabalho com a gravadora Canção Nova

Publicado por: trinityweb, em 7 mar 2018

“O Amor me elegeu” é o novo álbum de padre Fábio de Melo, diferente de tudo que ele fez. Muito mais intimista, mais orante, com belas canções para viver a misericórdia de Deus neste ano. São canções para ajudar os corações que necessitam ouvir pela primeira vez e, também aqueles que estão esquecidos, que Deus nos ama, que Deus é amor, um amor que nos elege diariamente.

Segundo padre Fábio, este é um trabalho diferente, por ser exclusivo da Canção Nova e por nascer justamente durante o Hosana Brasil, diante de uma multidão sedenta, que cantava e rezava, agradecendo as maravilhas de Deus em sua vida.

“Quando entrei no altar para celebrar a santa missa do Hosana Brasil, eu me senti muito emocionado, primeiro por ter tido um ano (2017) muito difícil, muito sofrido e por saber que aquele era o momento de agradecimento, de elevar os braços para o céu e agradecer. E quando eu olhei para aquela multidão, foi como se Deus soprasse no meu ouvido: padre Fábio, este é o seu lugar! Naquele instante eu senti o desejo de fazer meu algo a mais pela Canção Nova. No meu coração pulsou uma vontade enorme de fazer um trabalho que pudesse falar do amor de Deus na minha vida, mas que também pudesse me aproximar daquele povo, de ouvir aquele povo, de cantar as dores daquele povo, e foi assim que começou a nascer o CD O amor me elegeu”.

Diante daquela multidão, padre Fábio sentiu que estava no momento de reviver o que havia vivido com a Canção Nova em 2007, quando gravou o CD Filho do Céu, um trabalho que marcou muito a sua vida, que o fez sentir Deus confirmando o seu ministério para o povo.

Para o sacerdote, este novo trabalho exclusivo com a Canção Nova significa um retorno à simplicidade, ao despojamento de si mesmo. Embora o projeto com as gravadoras seculares possa ser retomado posteriormente, mediante ao seu propósito de propagar cada vez mais a música católica neste meio, o desejo atual é de se despojar, de estar em “casa”, entre amigos, e fazer um CD diferente, coordenado por pessoas que são muito próximas a ele e que o ajudaram a viver a fidelidade do que sentia no seu coração.

Gravado nos estúdios da Codimuc em Taubaté, o álbum “O amor me elegeu” reúne 13 canções, sendo 4 inéditas e 4 autorais. Padre Fábio queria um repertório simples e ao mesmo tempo bonito, que pudesse tocar o coração das pessoas, que pudesse ser orante.

“Eu procurei dentro do universo da música católica, canções que marcaram a minha vida, canções que facilitam a oração. Busquei algumas letras antigas que ainda estavam inéditas
para ajudar a contar essa história. Cada disco eu considero uma história que a gente vive e que a gente conta para aqueles que nos acompanham. Assim foi feita a escolha do repertório”.

A primeira música escolhida para compor o novo álbum foi “Deus cuida de mim”, de Kléber Lucas. Esta canção faz parte da história de padre Fábio e já foi cantada diversas vezes em seu programa Direção Espiritual, toda quarta–feira à noite, na TV Canção Nova. A música que fala do cuidado de Deus com os seus eleitos, ajudou o religioso a rezar e a viver o momento da morte do seu amigo Robson, no mesmo ano do falecimento do padre Léo. “Deus cuida de mim foi a trilha sonora que me ajudou a viver a dor da perda do padre Léo e do Robson”, afirma padre Fábio.

As músicas “Recebe Senhor” e “Em teu altar” têm a participação especial da nossa querida Rogerinha Moreira. Padre Fábio tem um carinho muito grande pela missionária que proporcionou a ele uma experiência riquíssima com Deus há alguns anos na Terra Santa, através de uma melodia cantada por sua voz doce, angelical e ao mesmo tempo impactante.

Ziza Fernandes, amiga de tantos anos, com quem padre Fábio dividiu a escolha do repertório para este novo trabalho, participa da canção inédita “Minha Raiz”, de autoria do próprio padre Fábio. “Eu escrevi esta música há mais de 20 anos para a própria Ziza, mas na época fiquei com vergonha de enviar, agora gravo junto com ela esta canção que diz que não se pode ser feliz longe de Deus”.

O músico, cantor e compositor André Leite, diretor de voz deste projeto, fez uma linda participação na canção “Fala Senhor”. André dirigiu com muita sensibilidade este trabalho, que tem como produtor musical o grande amigo e companheiro Maurício Piassarollo.

“Mestrinho”, cantor, acordeonista e compositor também ilustrou, com maestria, seu acordeom em algumas canções do álbum, com a música “Filho de Davi”.

A canção “Sinal de misericórdia” foi um maravilhoso presente de Walmir Alencar para fazer parte deste projeto. Essa música, inédita, canta versos da misericórdia de Deus por nós em todos os detalhes da nossa vida. Em cada verso sentimos a força de Deus que vem para resgatar os pobres, os miseráveis e os sofridos.

No álbum, padre Fábio também interpreta com singeleza a música “Chagas abertas”, de autoria de Celina Borges, uma canção que é uma verdadeira oração ao Precioso Sangue de Jesus.

Todo o repertório, escolhido com todo carinho pelo padre Fábio, apresenta canções que expressam a misericórdia de Deus por nós pecadores, nós, os eleitos por Ele, apesar da nossa fragilidade. Pois Deus é amor, e esse amor nos elege todos os dias.

Que este CD possa tocar o seu coração e te fazer expressar: O Amor me elegeu!


Compre aqui: https://loja.cancaonova.com/cd-o-amor-me-elegeu-padre-fabio-de-melo